domingo, 19 de julho de 2015

Organizações Globo ( Jornal O Globo, TV Globo, TV Globo Internacional, Globo News,Sistema Globo de Rádio ) beira o ridículo ao vincular matéria do ex-presidente LULA em atuar como lobbysta para uma empresa Brasileira no Exterior, a Odebrecht.

Documentos liberados pelo Itamaraty a partir de pedido feito pelo GLOBO por meio da Lei de Acesso à Informação, os documentos descrevem encontros de Lula em Cuba em companhia de representantes da construtora. Em uma das visitas à ilha, ele foi recepcionado pelo presidente da empresa, Marcelo Odebrecht, e pelo ex-ministro José Dirceu num hotel. Em outra, Lula atuou em projetos ligados à área de energia na região cubana de Muriel, onde a empreiteira construiu um porto com recursos do BNDES.
Outros documentos  trocados entre chefes de postos brasileiros no exterior e o Ministério das Relações Exteriores, entre 2011 e 2014, indicam que as atividades do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em favor do grupo Odebrecht no exterior foram além da contratação para proferir palestras, contrariando o que o petista e a construtora têm sustentado. Os documentos apontam que Lula, já fora do cargo, atuou em pelo menos duas ocasiões para beneficiar a Odebrecht ... uma delas, com pedido expresso para que o primeiro-ministro de Portugal, Pedro Passos Coelho, desse atenção aos interesses da companhia num processo de privatização naquele país.
O ex- presidente Lula defende a Odebrecht e faz muito bem, a Odebrecht emprega aproximadamente 181.556 trabalhadores. Se todos os nossos políticos agissem assim em defesa o que temos de bom para oferecer ao exterior e beneficiar a economia do País, o Brasil estaria no patamar muito melhor.  

O papel da Organizações Globo  nesse episódio beira o ridículo.