quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin do PSDB, corta verba da TV Cultura afim de Privatizar:


O apresentador e ator Luciano Amaral (“Mundo da Lua” e “Castelo Rá Tim Bum”) divulgou neste domingo, 9,  em sua página no Facebook, um vídeo que reúne vários ex-apresentadores e produtores da TV Cultura. O registro chama a atenção para o fim de uma série de programas da emissora pública e convoca os espectadores para assinatura de uma petição online direcionada ao Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, ao atual presidente da emissora, Marcos Mendonça, e ao conselho curador do canal.
Grátis: livros que estimulam a imaginação de quem curte arte e fotografia

Entre os apresentadores que aparecem no protesto batizado de #EuQueroaCulturaViva estão Manuel da Costa Pinto (“Entrelinhas” e “Letra Viva”) e Sabrina Parlatore (“Vitrine”). No vídeo são citadas diversas atrações que saíram do ar nos últimos anos, incluindo “Zoom”, “Cocoricó”, “Mosaicos”, “Programa Novo”, “Pé na Rua”, “Turma da Cultura”, entre outros.
De acordo com o texto da petição, “nos últimos anos, a TV e as rádios Cultura estão passando por um processo de desmonte e terceirização da programação, com a degradação de seu caráter público e da sua qualidade (...) Esse processo vem acompanhado de demissões em massa e de precarização das relações de trabalho, tanto na TV quanto nas rádios, com estrangulamento da equipe de jornalismo e radialismo; enfraquecimento da produção própria de conteúdo, inclusive dos infantis; entrega, sem critérios públicos, de horários na programação para meios de comunicação privados, como a Folha de S.Paulo; sucateamento da cenografia, da marcenaria, de maquinaria e efeitos, além do setor de transportes”.
Em janeiro de 2014, a Cultura foi eleita a 2ª emissora de TV com melhor programação do mundo em uma pesquisa encomendada pela BBC.