quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Com crise financeira, Globo oferece menos do que paga hoje para renovar com clubes no Brasileirão


A Globo propôs uma redução nos valores que paga aos clubes da primeira divisão para renovar antecipadamente o contrato de transmissão dos jogos do Brasileirão.
Em conversas separadas com as equipes, a emissora explicou que a crise financeira diminuiu o apetite dos anunciantes para justificar o corte, que pelo menos em alguns casos é de aproximadamente 25%.
Para compensar a redução, a Globo oferece uma antecipação milionária. Seria como um empréstimo, mas com a vantagem de não serem cobrados juros.
O valor varia de acordo com o clube. Uma das antecipações estipuladas é de R$ 30 milhões.
A quantia antecipada será descontada em parcelas anuais até 2020, quando terminaria o compromisso. O acordo atual vai até 2018.
As negociações ainda estão no começo, e a maioria dos cartolas não gostou do que ouviu por causa da queda de receita. Porém, há quem entenda que pegar uma bolada agora sem precisar pagar juros seria um excelente negócio. Principalmente para ajudar no pagamento de 13° salário.
Nesta terça, os dirigentes se reuniram com representantes da emissora, mas o tema central foi a arrecadação do pay-per-view em 2015.